quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Qualidade de Vida - I

O máximo dessa nossa era de consumo e exibicionismo! Compramos carros novos (na verdade com um emblema novo, um farol levemente diferente e um friso adicional) ano após ano para queimarmos 10 litros de hidrocarbonetos por dia exibindo os 800kg de belo veículo e escondendo os 120 kg de condutor gordo por uma longa fila de congestionamento por várias horas todos os dias. Os super mercados que já não vendem mais comida, apenas “alimentos” com ingredientes impronunciáveis já são 70% estacionamento e 30% químicos bem embalados. Terminamos o dia na academia tentando recuperar o tempo que ficamos sentados sobre nossos carbohidratos, nossos 0% de gordura trans, nossos sem-colesterol, dentro de nossos novos carros novos nas intermináveis filas esfumaçadas…É impressionante como o último século foi marcado por uma inédita melhoria na qualidade de vida da população… Mais impressionante ainda é esse tipo de comentário ser ouvido por todos os lados.

2 comentários:

  1. Me assusta pensar a quantidade de fuligens que capturamos nos nossos pulmões, o quanto perdemos de capacidade auditiva por causa de motores e outras perdas significativas na saude humana nessas ultimas décadas

    ResponderExcluir
  2. É isso mesmo Kevin, de uma olhada no seguinte artigo:
    http://www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=megacidades-respiram-consomem-poluem-algumas-se-cuidam&id=010125091006&ebol=sim

    A frase abaixo resume tua preocupação: "Estudos mostram que, para cada aumento de 10 microgramas por metro cúbico dessas partículas, você tem um aumento de cerca de 10 por cento no número de mortes prematuras, produzindo uma diminuição da expectativa média de vida de cerca de 0,8 ano. Também aumentam os atendimentos hospitalares decorrentes da asma e bronquite."

    ResponderExcluir